Skip to main content

Proteção! Projeto federal busca salvar manguezais

Foto: Ana Mendes / Amazônia Real

O Maranhão é o estado brasileiro que abriga a maior área de manguezal em todo o Brasil. São mais de 450 mil hectares, segundo dados da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Em São Luís, atualmente esse ecossistema possui apenas metade de espaço territorial e está ameaçado. Isso por conta do crescimento urbano, industrial e desmatamento desenfreado. 

A aprovação do Programa Nacional de Conservação e o Uso Sustentável dos Manguezais do Brasil (ProManguezal), que é uma iniciativa do governo federal para conservar, recuperar e garantir o uso sustentável dos manguezais, representa um avanço na luta pela preservação dos mangues no país.

Para falar sobre esse assunto, o Jornal Tambor de terça-feira (18/06) entrevistou Renan Alves. Ele é gerente de Conservação Costeira e Marinha da Conservação Internacional (CI-Brasil).

(Veja, ao final deste texto, o Jornal Tambor com a íntegra da entrevista de Renan Alves.) 

Os povos e comunidades tradicionais costeiras e marinhas foram ouvidos para elaboração do programa.

O decreto assinado no dia Mundial do Meio Ambiente (05 de junho), pelo presidente Lula instituiu que o ProManguezal vai atuar em 1,4 milhão de hectares. Área que compreende os manguezais no país. 

De acordo com o governo, são mais de 500 mil famílias que dependem diretamente de recursos  dos manguezais para sobreviver, incluindo pescadores artesanais, marisqueiras e extrativistas.

No entanto, para garantir a efetivação dessa política de conservação, os governos municipais e estaduais precisam estar alinhados com a ideia do programa.

Leia também: Poluição debaixo do tapete? Governo pode inviabilizar distrito industrial de São Luís

Renan falou que é preciso uma atenção ainda maior em São Luís. Isso porque há na capital grande concentração de agentes destruidores da natureza, como empreendimentos e indústrias.  

O gerente do CI-Brasil afirmou que o projeto representa uma vitória na luta de quase 30 anos em defesa dos mangues.

Ele ressaltou que “a CI-Brasil está atuando diretamente nos três estados com maior extensão de manguezal: Maranhão, Pará e Amapá. Justamente para intensificar essas ações de conservação e restauração dos manguezais”.

(Confira abaixo a edição do Jornal Tambor, com a entrevista completa de Renan Alves)

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x

Acesso Rápido

Mais buscados