Skip to main content

Buriti! Município aprova proibição de pulverização aérea de agrotóxicos

Foto: Divulgação

O município maranhense de Buriti aprovou o projeto de lei municipal que proíbe a pulverização aérea de agrotóxicos.

Buruti ficou conhecido pelo Brasil pelo caso de pulverização aérea nas comunidades de Carranca e Araçá em 2021, que deixou a população das comunidades sob fortes efeitos dos venenos.

Os agrotóxicos têm sido utilizados pelo agronegócio como arma química para ameaçar as famílias do campo maranhense. 

A região sofre com uma intensa destruição do cerrado para expansão da soja. E isso tem provocado conflitos com os moradores que estão sob constantes ameaças.

Em contraponto aos ataques, uma forte aliança de resistência foi construída entre os moradores, junto aos movimentos, organizções, com ações de denúncias e de defesa da agroecologia.

No Maranhão, sete municípios já aprovaram leis municipais que restringem o uso de agrotóxicos. E uma proposta de iniciativa popular para a proibição de pulverização aérea em todo o território maranhense já está sendo pautada. 

Leia também: Timbiras! Comunidade Alegria vive sob medo e violência

A Rede de Agroecologia do Maranhão (RAMA) e a Coalizão para a Proteção das Florestas na Amazônia lançaram campanha “Chega de Agrotóxicos” para sensibilizar a sociedade sobre a necessidade de uma lei que proteja os territórios livres de venenos e sensibilizar sobre o tema de defesa do meio ambiente e da saúde humana.

Com informações Rede de Agroecologia do Maranhão (RAMA)

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x

Acesso Rápido

Mais buscados